Dicas para destravar a escrita

Por Fernanda Pompeu em Escrever na internet

Muita gente me pergunta:
Como eu faço para destravar minha escrita? Sinto que demoro para iniciar o texto. Vacilo, procrastino.

Vai a mensagem: durante anos, fiz exercícios de aquecimento antes de começar a escrita propriamente dita.
Da mesma maneira que os atores fazem exercícios de aquecimento antes da atuação propriamente dita.
Nós, os escribas, também podemos fazer exercícios de aquecimento para destravar nossos dedos no teclado.

Então vão 2 Dicas de Exercícios para Destravar a Escrita
A inspiração vem da Escrita Automática (método cultuado pelos dadaístas e surrealistas, na primeira metade do século 20).
Em síntese: a escrita automática consiste em começar a escrever e permitir que a ação flua, que as ideias venham sem censura, sem juiz.

1
Escrita automática usando ilustrações:

Por exemplo, olhe para uma aquarela (ou desenho, ou pintura a óleo) e comece a escrever a partir do que vê, a partir da emoção que você passa a sentir.
Presta atenção: você não é obrigado a DESCREVER a ilustração.
De verdade, você irá escrever as primeiras coisas que vierem a sua mente.
Estabeleça um tempo: entre 3 a 10 minutos.
Única regra: escrever sem parar. Não vale tirar os dedos do teclado. Por isso, essa escrita se chama AUTOMÁTICA.

2
Escrita automática usando músicas:

Por exemplo, você escolher uma música ou uma trilha musical.
Dou a dica do Philip Glass (está no YouTube). Ele é um compositor minimalista – muito bom para a gente soltar a imaginação!
Daí, deixa rolar o som e começa a escrever, livremente, até o fim da música.
Neste caso, o tempo de duração da escrita é o tempo de duração da música.
Única regra: escrever sem parar. Não vale tirar os dedos do teclado. Por isso, essa escrita se chama AUTOMÁTICA.

E depois

Depois você reler o que escreveu. E aí, se você quiser, inicia um outro trabalho: pegar aquela emoção, aquela chuva de palavras, as frases e organizá-las de outra maneira. Aí, sim, pode entrar o escriba lógico. O organizador da mensagem.
Esses exercícios, volto a dizer, fiz por muitos anos. Eu tenho 57 cadernos recheados de Escritas Automáticas. Também gosto de chamá-las Escritas Estimuladas.
Hoje tenho certeza que tais exercícios me ajudaram muitíssimo a quebrar a trava que impede o começo da escrita.

Veja também o vídeo:

Gostou? Passe para frente:

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

2 respostas para “Dicas para destravar a escrita”

  1. Urivani Rodrigues de Carvalho disse:

    Bacana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

top