Ninguém é obrigado a saber

Por Fernanda Pompeu em Escrever na internet

Eis uma excelente lição dos velhos jornalistas:
escreva para que todos entendam.

Não caia na armadilha de escrever para os seus pares, pois eles já sabem o que você sabe. Por conta disso, talvez nem se deem ao trabalho de ler o que você escreve.

“Ah, mas eu não escrevo para todo mundo. Escrevo para um público específico. Para um nicho.”
OK! Mas mesmo o seu nicho não é todo igual. Nem todos se encontram em idêntico patamar. Daí, melhor explicar do que deixar alguém no escuro.

Gostou? Passe para frente:

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

top