Rapidinhas do Português – primeira temporada de dicas curtas

Por Fernanda Pompeu em Língua na palma da mão

Rapidinhas do Português – primeira temporada veio da oportunidade de usar o ambiente das Redes Sociais para dar dicas curtas de português. Pois com a consolidação da mídia internet, todo mundo pôde se tornar autor e editor de suas opiniões e histórias.

O fato é maravilhoso – dar espaço para todos. É também acontecimento inédito na história da sociedade. Qualquer indivíduo, se quiser, pode se tornar produtor de conteúdo próprio. E também distribuidor. Não só do seu conteúdo, mas do conteúdo dos outros.

Porém querer escrever não é igual a saber escrever. O querer a gente não aprende, o saber sim.

Daí as dicas do Rapidinhas do Português são pequenos toques para quem quiser se aprimorar na escrita recorrendo às fabulosas ferramentas da língua portuguesa-brasileira.

As dicas não seguem uma ordem, a exemplo dos manuais de gramática. Elas vão surgindo e eu vou desenvolvendo. Uso como critério para a escolha a dificuldade que já senti (e muitas vezes ainda sinto) ao escrever. São pequenas questões que podem causar dúvidas estorvando a  fluência da escrita.

Reuni, aqui no Blog Acelera Texto, algumas dessas Rapidinhas do Português, em primeira temporada, para quem quiser consultar. É primeira temporada porque haverá segunda, quinta, oitava. Oba!

ACENTOS
Atente:

Com o Acordo Ortográfico ou Reforma Ortográfica não se acentuam mais:

Para (verbo)
O tempo não para.

Pela (verbo)
Esta água pela.

Pelo (verbo)
Eu me pelo de medo.

Polo (substantivo)
Partiu para o Polo Sul.

Pera (substantivo)
Comprei uma pera e duas maçãs.

Mas PERMANECEM os acentos diferenciais em:

Pôr (verbo) / por (preposição).
Vou pôr o café no bule.
Agora será um por todos.

Pôde (passado) / pode (presente).
Por mais que tentasse ela não pôde falar.
Pode comparecer a reunião, mas não pode votar.

Têm (plural) / tem (singular).
Elas têm direitos.
Ela tem direitos.

Vêm (plural) / vem (singular).
Os refugiados vêm de longe.
O refugiado vem de longe.

Igual com os verbos:

SINGULAR: contém, detém, intervém, mantém, provém.

PLURAL: contêm, detêm, intervêm, mantêm, provêm.
Este azeite provém da Espanha.
Estes azeites provêm da Espanha.

O Acordo Ortográfico DERRUBOU o acento circunflexo no EE:

Creem.
Leem.
Veem.
Os que leem poesia creem que as estrelas veem.

Também sem acento no OO: 

Coo: Coo o café antes das 6 horas.

Enjoo: Senti enjoo na viagem de barco.

Voo: Qual o número do seu voo?

Magoo: Não me magoo à toa.

Perdoo: Perdoo a mim mesma.

Zoo: Por conta da febre amarela o zoo está fechado.

SEM ACENTO no ditongo aberto EI das paroxítonas (intensidade na penúltima sílaba): 

Alcateia, assembleia.
Coreia.
Europeia, estreia.
Ideia.
Geleia.
Plateia.
Pompeia.
Etc.

SEM ACENTO no ditongo aberto OI das paroxítonas (intensidade na penúltima sílaba):

Boia.
Estoico.
Heroico.
Jiboia.
Joia.
Paranoico.
Tiroide.
Etc.

Porém paroxítonas com ditongos EI e OI terminadas em R, mantêm o acento: 

Blêizer.
Destróier.
Méier.
Etc.

PARECIDAS, MAS NÃO IGUAIS 

Atente:

Afim e a fim 

Afim (uma palavra só) significa semelhante. Tem a ver com afinidade.
Nós temos ideias afins.
Fiz uma lista de matérias afins.

A fim (separado) equivale a para e vontade de.
Estudo a fim de melhorar minha escrita.
Hoje não estou a fim de papo.
Faço network a fim de encontrar um parceiro afim.

Ascendência e Descendência 

Ascendência é origem, diz respeito aos que vieram ANTES de nós.
Tenho orgulho dos meus pais, da minha ascendência.
Nascida em Taubaté, Harume tem ascendência japonesa.

Descendência é o legado. Diz respeito aos vêm DEPOIS de nós.
Tenho orgulho dos meus filhos, da minha descendência.
Ele pulou muita cerca, deixou grande descendência por aí.

Avós e pais: ascendência.
Filhos e netos: descendência.

Auto e Alto 

Auto: Próprio, de si mesmo:
Autoestima, autorretrato, autocrítica, auto-observação etc.
Com intensa auto-observação, ele pintou o autorretrato.

Alto – Grande dimensão vertical, elevado.
Alta estima, alto-falante, alto-relevo, homem alto.
O alto-falante do navio anunciou a chegada ao porto.

Do bem e do mal

Bem tem como contrário Mal.
Trata bem as pessoas / Trata mal as pessoas.
Bom tem como contrário Mau.
Um bom professor / um mau professor.

Mas e Mais 

Mas exprime adversidade, oposição, contrariedade.
Estudei dia e noite, mas fui reprovada.

Mais exprime adição, intensidade.
Quanto mais escrevo, mais fico feliz.

Moral masculino / Moral feminino 

O moral no masculino significa ânimo, disposição, astral alto.
As guerreiras estão com o moral elevado.

A moral no feminino significa conjunto de valores e de comportamentos.
O racismo ofende a minha moral.

Amoral (uma palavra só): Adjetivo. Aquele ou aquilo que não moral.
Ele é um cara amoral. Ou pelo menos pensa que é.

AVULSAS

Atente:

Data venia 

Jargão jurídico, ou juridiquês – é expressão latina que significa “com licença”, “dada a permissão”. Usa-se “data venia” antes de uma discordância.
Data venia, senhora ministra, seus argumentos são falsos.
Apesar de respeitá-lo, data venia, vou desafiá-lo.

INTERVIR conjuga-se com o verbo VIR 

Eu interVENHO sempre que tenho espaço.
Ela interVEIO no meio do debate.
ELES interVIERAM imediatamente.
Se você interVIER novamente, suspenderei a entrevista.
Se ela interVIESSE na hora certa, a história seria diferente.
Gerúndio e Particípio: InterVINDO.

Kafkiano 

Vem do escritor checo Franz Kafka (1883-1924). Adjetivo, significa: confuso, labiríntico, surreal.
As campanhas presidenciais estão kafkianas.
Tirar a autorização para ir aos Estados Unidos foi kafkiano.

Rapidinhas do português, ilustra do Kafka.

Ilustra: Carvall / Folha de S. Paulo.

Sic – expressão latina que significa Assim mesmo, literalmente

É usada quando transcrevemos uma citação com ERROS de gramática ou de informação.
Ou uma citação com alguma ideia ABSURDA.
Ao usamos o sic, entre parênteses, depois do erro, estamos declarando que sabemos da incorreção, mas que foi ASSIM MESMO que o citado falou.
O delegado disse que “a vítima se acalmou, ficou menas (sic) nervosa”.
O professou afirmou: “Paulo Coelho é autor do Dom Quixote de La Mancha (sic)”.
O candidato bradou: “Prenderei todos os gays (sic) se for eleito”.

Fim do Rapidinhas do Português – primeira temporada.

Quer se tornar craque na vírgula? Assista ao vídeo e leia sobre ela. 

ACELERA TEXTO – porque escrever com consciência faz diferença.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma resposta para “Rapidinhas do Português – primeira temporada de dicas curtas”

  1. […] pelos meios digitais. Eu, por exemplo, faço várias postagens. Eu tenho uma série que chama Rapidinhas do Português, onde eu vou colocando pequenas pílulas. Elas aparecem nas minhas redes sociais, eu faço vídeos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

top