Postadores – Escrita Digital

Por Fernanda Pompeu em Escrever na internet

Escrita digital para quê?

Escrever para as redes sociais. Redigir para a internet. Muitas vezes quando falamos em trabalhar a escrita específica para ambientes digitais, há quem diga: “Mas não é tudo igual, não é tudo escrita?”. Por que falar em escrita digital? A escrita não é uma só?

Sim. Na base, na estrutura, a escrita é uma só. Porque a escrita é linguagem. Ela é mediação entre nosso cérebro e um veículo. Utiliza elementos verbais, palavras, significados, construções para expressar sentimentos, opiniões, valores. A escrita possibilita, por meio das palavras, que a pessoa plasme a sua expressão.

Porém, quando falamos em escrita digital é preciso focar nos ambientes e nas audiências da internet. Falou em escrita digital, pensou em rede social, blog, site. Nesse momento começam as diferenças entre a escrita tradicional e a digital.

Três diferenças fundamentais

1
Na internet, ao contrário da escrita no papel, o texto tem tamanho. A gente escreve curto. A escrita digital é curta.

2
O leitor do livro, o leitor do impresso, é mais reflexivo. Ele é mais lento. Já o leitor digital é apressado. Ele tem pressa. Lê a sua postagem e vai para a postagem de baixo. Ele veio de uma postagem, passa pela a que você escreveu e vai para a seguinte. Precisamos considerar o comportamento desse leitor e colocá-lo no centro da nossa mensagem. Daí o texto digital precisar ser curto e objetivo.

3
Se, no mundo impresso, o escritor publicava seu texto e, na maior parte das vezes, nunca conheceria seu leitor; o postador digital chama o leitor ao diálogo. Uma boa postagem é a que incita o leitor a comentar. E quando o leitor comenta, começa uma conversação. Nossa postagem só vai acontecer de fato, quando tivermos os feedbacks.

Gostou? Passe para frente:

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

top